Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sam ao Luar

Sam ao Luar

21
Jul21

Paguei para ser torturada.

Sam ao Luar

Para aqueles que clicaram pela primeira vez no meu blog, aliciados pelo título caça-clique (tradução direta do inglês clickbait), apresento-me dizendo que, todas as semanas, faço uma sessão de treino personalizado (aka PT) no ginásio mais fixe aqui da zona.

Faço PT há aproximadamente 3 anos e adoro (o treino e o PT!). Esta semana foi treino de pernas. Foi épico. Fiz agachamento com salto, sem salto, fiz agachamento sumo com barra, sem barra, com salto, com peso, power lunge, com barra, sem barra, com salto, com peso, cheguei aos 150 Kg (!!!) na prensa, fiz tudo até tremer tanto que não sei o que me dói mais neste momento: se subir escadas ou descer escadas. Cheguei até a perguntar ao excelentíssimo "estou de castigo por algum motivo?". "Porquê?", responde o excelentíssimo, "fizeste alguma coisa de mal?". Não respondi mas pensei aos gritos "pois parece, não parece?"

O simples agachamento para tirar a roupa da máquina de lavar, dói. Tortura é ver o comando da televisão cair ao chão (ou outro objeto qualquer) e começar a fazer cálculos de cabeça para a quantidade de músculos que vão doer, só para o apanhar. Mas penso que, tudo isto, não deixa de ser uma estratégia de marketing. A nosso cabeça fica formatada de uma tal maneira que, se pudesse, ia já amanhã fazer tudo outra vez. 

Inicialmente, o meu corpo estava deformado. Ou eu via-o assim. A camada adiposa era grande e aquilo que o meu sistema musculo-esquelético conseguia fazer era muito próximo do nada. Lembram-se daquele miúdo brasileiro que dizia, comendo um gelado, "eu malho prá comê?". Pois, era isso. Inicialmente, vemos o ginásio como um modo de contrabalançar toda a porcaria que entra cá para dentro.

Passado todo este tempo, e contabilizadas todas as sessões de PT feitas, quero saber até onde consigo chegar. Quero sempre mais. O corpo ficar a doer significa que o corpo foi trabalhado e essa sensação de "fullfilment" e "acomplishment", já ninguém ma tira. Houve uma altura que quis desistir. A desmotivação estava quase a levar a melhor. O meu excelentíssimo não deixou, estou grata por tê-lo na minha vida.

No final, eu pago-lhe e ele tortura-me. Todas as semanas. E eu adoro. #torturapersonalizada

 

PS: desculpem todos aqueles que pensaram que o tema ia ser outro. Conheço alguns sites que posso recomendar, não porque tenha visto, mas porque ouvi dizer. 

IMG_20210721_211034.jpg

 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub